Falar de máquina de escrever nos dias de hoje é assunto pra lembrar de trambolho antigo ou algo que não serve mais pra nada. Os que nunca viram uma nem imaginam o quanto era difícil usá-la para escrever um simples texto em uma folha.
Eu sempre tive uma paixonite por elas, logo que os computadores começaram a se popularizar, eu dizia que não queria pc nenhum, eu queria uma máquina de escrever. Feliz, tinham duas em casa e eu me divertia com elas.

Mas agora o que a Keira Rathbone faz com elas é sacanagem! A artista londrina reproduz paisagens, retratos, lugares, desenhos usando os caracteres através da máquina.


Keira comprou sua primeira máquina de escrever para, realmente, escrever, mas depois de um tempo começou a brincar de desenhar e criar imagens.

Facinho, né, gente?

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *