Arquivo de junho de 2012

Tarkovsky mexeu comigo. Ponto. Nosso primeiro encontro foi através de “Stalker” numa ensolarada tarde de domingo. Um ótimo dia para sair e admirar o azul do céu, mas lá estava eu com três links de torrent e alguns arquivos de legendas desconfiguradas com o notebook no colo pronta pra ele, pronta pro Stalker. Cheguei com algum tempo de atraso, 33 anos precisamente, mas ele não pareceu se importar, talvez porque soubesse que mexeria comigo, de uma forma ou de outra. O filme é lento, sim, mas não é cansativo. Não é um filme fácil porque é justamente sua simplicidade que Continue lendo