cat-textos
24.10.2012

Neil Young – Heart of Gold

Vida Curta

Essa vida é curta
Curta de tempo, curta de distância
Bem curta
Curta, curtinha, encurtada
Passa num sopro
Meio fio
Para que eu vou descer do carro
Quero ir a pé
Andar na chuva
Molhar os sapatos
Sentir o vento penetrar na minha alma
Procurar por corações de ouro como o Neil Young canta
E bater com a cara no muro quando pensar que encontrei algum
A incerteza é que me move, que me tira do lugar
Incógnita, inconstância, indiferença, incoerência
Não me espera pra jantar
Eu posso demorar
Aproveitar o tempo que ainda me resta
Porque sabe
Essa vida é muito curta

Adriana Cecchi

Fonte Imagem

Comentários

01 Comentário | Adicione o seu

  1. Paula G. disse:

    A solidão que queremos carregar, toda nossa inconsistência que abraçamos…e acho que isso é libertador, mesmo que doa. Abraçar a dor liberta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *