Arquivo de fevereiro de 2013

27.02.2013

Não me recordo de como aconteceu Apareceu em minha frente Roubou meu coração e entregou-me uma flor Cheirava a mel e hortelã fresca O ouvi dizer belas palavras Lamentei por não saber respondê-las a altura E ele fora embora Pra longe com certeza ele fora Sei disso tão bem quanto o cair da noite e a luz do luar Impregnada ainda com o cheiro de sua flor, juro nada mais querer A não ser cair em um longo e profundo sono Adriana Cecchi

Tenho pensado tanto em você Que mal sei o que dizer Até ouço seu cabelo crescer E o seu suor escorrer Sinto seu perfume no ar Seu coração pulsar Sua veia dilatar Seu olhar paralisar Vai, vai pra longe Porque com isso a brotar Vai, vai agora Não há o que pensar Mas não entendo o ditado De que se meu coração Tivesse quebrado Eu estaria morto e enterrado Adriana Cecchi