Arquivo de agosto de 2013

No meio de uma complexa conversa de mesa de bar, um amigo virou e mandou: — Me fala três coisas que você ama e não se imagina sem. Rápido. Assim, na lata. Eu parei; parei e pensei. Pensei por um bom tempo e não consegui soltar uma palavra sequer. — Caralho, como assim você não ama nada? — Não. Não é isso. É que em tudo o que eu pensei, sei que posso viver sem. — Ah então você se basta, não precisa de nada? — Na real, ninguém precisa de nada nem outro alguém. Pessoal tem mania de confundir Continue lendo