Arquivo de maio de 2014

Coluna de autores convidados, texto por Kaio Shimansky não me sobra nada além de pensar e pensar arranca pedaços da minha alma. acendo um cigarro e, entre os meus demônios dançando na fumaça, lembro-me dos inúmeros acidentes que já mataram a minha calma, penso em perdas, dores, sofrimentos e esperanças malogradas. dou mais um trago e revivo todas essas coisas inesperadas, pessoas queridas, amores esquecidos, amigos e seus malditos casamentos, orgulhos feridos, parentes aborrecidos, meus pais e seus tormentos. tudo pesa, cansa e resulta em maiores tragédias perpetradas. vivemos sós e nos arrastamos por uma vida de sofrimento. o meu maço Continue lendo

16.05.2014

Sob o edredom de cor azul anil Um amor e um revólver Bala que enrosca na garganta E arde Descarte Sob algum signo inconstante que te enlaça Agora vejo meu lado mau sedento De mim De você Mate

10.05.2014

Mas, meu amor, não se engane…

Para ler ouvindo I Started a Joke Às vezes sinto falta e não sei ao certo do quê. É tipo uma saudade daquilo que nunca se teve, uma lembrança do mistério, uma ausência do desconhecido. “Que papo de gente louca”, você diz e eu até te entendo. Fato é que fazia tempo que eu não escrevia um texto assim, corrido, palavra atrás de palavra. Versos cortados, cruzados e rimados ficaram pra depois junto com a dose de whisky que preparei e esqueci de tomar porque agora eu preciso falar. Não sei bem o que acontece comigo. Não sei bem o Continue lendo