O que faz gente aparentemente normal começar a matar e não parar mais? O que move – e o que pode deter – assassinos em série como Ed Gein, o psicopata americano que inspirou os mais célebres maníacos do cinema, como Norman Bates (Psicose, de Alfred Hitchcok), Leatherface (O Massacre da Serra Elétrica, de Tobe Hooper) e Hannibal Lecter (O Silêncio dos Inocentes, de Jonathan Demme). Como explicar a compulsão por matar e o prazer de causar dor, sem qualquer arrependimento? De onde vem tanta fúria?

Eu posso dizer que gosto de serial killers. Calma, não sou doente. Obviamente, não gosto do que eles fazem com outras pessoas, eu me interesso pelo estudo sobre eles e sempre procurei por leituras, filmes e documentários referentes ao assunto.

Para a minha alegria, a Darkside Books lançou um livro em 2013 chamado “Serial Killers – A Anatomia do Mal“. Assim como tudo o que a editora faz, o livro é lindo, edição de capa dura e 448 páginas sendo “o dossiê definitivo sobre o universo sombrio dos psicopatas mais perversos da história”.

Escrito pelo estudioso no assunto Harold Schechter, o livro traça um panorama completo sobre assassinos em série, destrinchando as origens, as razões, as características, o passado e o presente deste assunto que é, ao mesmo tempo, tão arrepiante quanto fascinante. Não é um livro de história ou ficção, é realmente um estudo sobre serial killers. O que eles são, o que torna uma pessoa ser um serial killer, os tipos, da onde surgiu o termo, relatos, como identifica-los, a fisiologia e muita psicologia, ou seja, o livro é um verdadeiro manual pra gente entender o que é um serial killer.

Como todo e qualquer bom estudo, o autor usa muitas referências – no caso, psicológicas –, dados científicos e curiosidades macabras no livro e o modo como o escreve não é nada maçante, ele apresenta fatos e relatos de uma maneira bem leve, com uma linguagem contemporânea e de fácil entendimento.

A edição também ajuda bastante na leitura: muitas ilustrações, gráficos e até destaques como se alguém tivesse grifado com marca-texto alguns pontos-chave essenciais em cada página.

Carta do Zodíaco

Uma das coisas mais interessantes ao meu ver: os casos reais. O autor reúne diversos serial killers reais e estuda os respectivos casos aplicando tudo o que foi explicado no livro para uma compreensão ainda maior do assunto. E ele não fica só em estudos de casos reais, foca nos serial killers da cultura pop – de livros, de filmes, de seriados, etc. – explicando e exemplificando cada caso.

Se você tem uma curiosidade mórbida assim como eu, a leitura é quase que obrigatória. Sabe uma aula foda com um professor foda? Recomendo mais que tudo a aquisição desse livro que é referência fundamental a todos os que se interessam pelo universo da investigação e da criminologia.

Mais sobre o livro e onde comprar: clique aqui.

Ainda no assunto, o último lançamento da Darkside Books é o box Arquivos Serial Killers, edição definitiva de dois best-sellers de Ilana Casoy que já estou de olho há um tempinho.

Boa leitura! ;)

Comentários

4 Comentários | Adicione o seu

  1. Sérgio disse:

    Gosto bastante dessa editora, esse já está na minha lista.

  2. Ju Lisboa disse:

    Eu querooooooooo!

  3. […] e “O Silêncio dos Inocentes”. A história completa de Ed Gein pode ser conferida no livro Serial Killers, A Anatomia do Mal também da Darkside Books, livro qual já falei aqui no blog […]

  4. […] Para minha alegria, a Darkside Books vai aumentar a família Crime Scene, que já conta com os livros Serial Killers – Louco ou Cruel? e Serial Killers – Made in Brazil, de Ilana Casoy; a premiada biografia Manson, de Jeff Guinn; e o best-seller Serial Killers, Anatomia do Mal, de Harold Schechter, que eu já falei aqui no blog. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *