cat-textos
22.09.2014

Quero ser teu abraço,
Tua verdade.
Quero ser tua bebida,
E tua sobriedade.

Quero ser teu ponto fraco
E também o mais forte.
Quero ser tua vida
Sem medo da morte.

Quero ser tua música,
Tua vontade de dançar.
Quero ser tua saudade
E até um pouco do ar.

Quero ser teu silêncio
E também teu barulho.
Quero ser tua sabedoria,
Quero ser teu orgulho.

Quero ser teu corpo,
Quero ser tua alma.
Quero ser teu movimento
E também tua calma.

Quero ser teu cigarro
E quero ser tua cama.
Quero ser tua, só tua
Àquela que te ama.

Adriana Cecchi

Comentários

01 Comentário | Adicione o seu

  1. Brunno Lopez disse:

    Talvez o abraço
    Não suporte a verdade
    Mas a bebida convence
    A embriagar-me à vontade

    Dos pontos fracos
    O forte tem sua semente
    E entre morrer de amores
    Aqui vivo pra sempre

    A música está na sua voz
    Quando danço cansado
    E longe da saudade
    Ficaria asfixiado

    Sem sons a volta
    Você é o inaudível
    E sábia e orgulhosa
    Faz sempre mais que o possível

    Quando trago seu mundo
    Sua cama é a verdade
    Assine o contrato:
    É sua, minha propriedade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *