Nada como ler boas citações do maior escritor brasileiro e um dos maiores da história, não é?

Machado de Assis pode não ser a leitura preferida de muitos amantes de literatura, mas, com certeza, é um escritor que merece extremo respeito por ter revolucionado os rumos da criação literária no Brasil.

• Lágrimas não são argumentos

• O maior pecado, depois do pecado, é a publicação do pecado

• Atrás de toda a ação, há sempre uma intenção

• A vida é cheia de obrigações que a gente cumpre por mais vontade que tenha de as infringir deslavadamente
em “Dom Casmurro”

• O amor é o egoísmo duplicado

• Há sempre uma qualidade nos contos, que os torna superiores aos grandes romances, se uns e outros são medíocres: é serem curtos

• A moral é uma, os pecados são diferentes
em “Quincas Borba”

• Está morto: podemos elogiá-lo à vontade

• Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito
em “Verba Testamentária”

• Gosto dos epitáfios; eles são, entre a gente civilizada, uma expressão daquele pio e secreto egoísmo que induz o homem a arrancar à morte um farrapo ao menos da sombra que passou

• A melhor definição de amor não vale um beijo de moça namorada
em “O Espelho”

• Eu sinto a nostalgia da imoralidade

em “Memórias Póstumas de Brás Cubas”

• A mentira é muita vez tão involuntária como a respiração
em “Dom Casmurro”

• Importuna coisa é a felicidade alheia quando somos vítima de algum infortúnio

• Não há decepções possíveis para um viajante, que apenas vê de passagem o lado belo da natureza humana e não ganha tempo de conhecer-lhe o lado feio

• Pensamentos valem e vivem pela observação exata ou nova, pela reflexão aguda ou profunda; não menos querem a originalidade, a simplicidade e a graça do dizer
em “Carta a Joaquim Nabuco”

• O amor é o rei dos moços e o tirano dos velhos

• Não importa ao tempo o minuto que passa, mas o minuto que vem

• Escrever é uma questão de colocar acentos

• O melhor drama está no espectador e não no palco

• O ridículo é uma espécie de lastro da alma quando ela entra no mar da vida; algumas fazem toda a navegação sem outra espécie de carregamento

• Palavra puxa palavra, uma ideia traz outra, e assim se faz um livro, um governo, ou uma revolução, alguns dizem que assim é que a natureza compôs as suas espécies
em “Histórias sem Data: Primas de Sapucaia”

• O coração é a região do inesperado

• Porque não há raciocínio nem documento que nos explique melhor a intenção de um ato do que o próprio autor do ato

• Meu amigo, a imaginação e o espírito têm limites; a não ser a famosa botelha dos saltimbancos e a credulidade dos homens, nada conheço inesgotável debaixo do sol

Não levante a espada sobre a cabeça de quem te pediu perdão

• Sentenças latinas, ditos históricos, versos célebres, brocardos jurídicos, máximas, é de bom aviso trazê-los contigo para os discursos de sobremesa, de felicitação ou de agradecimento

• Prefiro cair do céu a cair de um prédio de dois andares

• Alguma coisa escapa ao naufrágio das ilusões

• A arte de viver consiste em tirar o maior bem do maior mal

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *