Arquivo da Categoria "Fotografia"

O fotógrafo americano Seph Lawless (pseudônimo) fez o que eu gostaria de fazer: percorreu o país para registrar casas que foram palco de crimes e outros episódios misteriosos. Este trabalho sombrio foi transformado no livro digital “13: An American Horror Story“. Ruínas macabras, casas mal assombradas, propriedades dignas de filmes de terror, alguns calafrios e um resgate a histórias reais e obscuras em diversas cidades dos Estados Unidos recheadas de acontecimentos sinistros.

O fotógrafo russo Sergey Larenkov mesclou fotografias antigas, tiradas durante a época da Segunda Guerra Mundial, e as sobrepõe com seus respectivos ambientes nos dias de hoje, formando uma só imagem. O resultado final dá uma sensação meio fantasmagórica. Confira:

Técnicas da fotografia publicitária pra deixar os sanduíches com uma aparência surreal, afinal ninguém quer ver lanche destroçado no cardápio, não é mesmo? Correspondendo ou não com a realidade, não sei vocês, mas eu fiquei com fome! [youtube video=rSRFuFv5VMM] O blogueiro Jeff Kay também fez um projeto no qual comparava as fotos publicitárias com as reais, veja: Big Mac do McDonald’s

A fotógrafa japonesa Natsumi Hayashi ficou famosa na internet depois que começou a postar fotos de si mesma levitando por Tóquio. Não é mágica não, Natsumi define o temporizador da câmera (ou pede para um amigo fazer os cliques) e manda ver, começa a saltar pelos lugares e ainda faz cara de super natural em poses perfeitas, como se ela realmente flutuasse. Fico cansada só de imaginar quantas vezes ela teve que pular pra conseguir uma levitação bem feita, li que ela chegou a saltar 300 vezes pra uma só foto. Haja perna!

A Shade of Red esse é o nome do livro de Alyson Fox, a autora que visitou, conversou e fotografou mais de 100 mulheres com a mesma vontade: usar uma única cor de batom vermelho. No site encontramos uma pequena seleção da série e as 100 imagens na íntegra podem ser apreciadas no livro mesmo publicado pela Chronicle Books.

– Você é a cara do seu pai, sabia? – Ah, não, mas olha como ele tem alguns traços mais finos também, puxou sua mãe! Cada um fala uma coisa, inevitável. Mas é claro, né? Temos uma coisa de um, outra de outro e forma um todo, e aí cada um enxerga do jeito que bem entende. Bate o olho e diz o que acha. Agora deixando os casos duvidosos de lado, existem aqueles que são cara de um e focinho de outro, que não dá pra negar mesmo que é irmão, que é filho ou que, sei lá, é Continue lendo

Anne tem apenas 21 anos e já tem dois livros de fotografia publicados. Sua paixão pela arte surgiu quando ganhou sua primeira câmera com 7 anos. Depois de formada em meios digitais, sua paixão voltou-se para às analógicas – de 35mm e Polaroids. As fotos dela são leves e lindas, sabe? Confira… Site e Flickr