13.11.2012

– Por que você tem um colchão tão grande se sua cama está sempre tão vazia? A pergunta caiu num baque em sua cabeça. Ela parou para pensar em tudo que fazia. Seria a cama uma metáfora de sua vida? Sempre tão vazia e tão gelada. Viu que não se importava. Preferia assim. Em meio a um furacão de memórias, lembrou-se dos dias em pranto. Das épocas sem paz. Das noites mal dormidas, das madrugadas em claro. Dos apertos no peito e das fisgadas que pareciam fazer seu coração parar de bater. Da imensa saudade. Horas eternas, minutos soluçando. Dia Continue lendo

Tomou uma ducha bem fria e deitou. Sabia que dormiria pensando nela. Nas palavras, nos toques e nos suspiros que não aconteceram. Desejou com todas as forças que ela estivesse ali ao seu lado. Ele tentaria perguntar por que ela não apareceu antes em sua vida, mas ela o calaria colocando um dedo levemente em sua boca e depois ela daria um sorriso de lado com os olhos cerrados, como se aquilo não importasse mais agora. E então seu olhar imploraria por um beijo dela. Um carinho. Um menor afago. Sentiria o perfume daqueles longos e cacheados cabelos escuros como Continue lendo