Sim, definitivamente, ele é. Sempre foi e sempre será. Não é nada difícil de encontrar, esse “grito” se espalhou como um verdadeiro viral pela cidade. Me surpreendi logo de cara pela pontuação, a ênfase na porra. Mas por que uma frase pichada em muros e paredes me tocaria tanto desse jeito? Entendi que essa revolta não fazia parte só do autor, é um sentimento meu, seu, nosso, do mundo –eu assim espero. O verbo amar ficou muito pop Oi, agora eu sei seu nome, adorei seu cabelo e eu te amo, tá? Ele perdeu a essência, ninguém pensa mais antes Continue lendo