Não, este post não é sobre gramática nem tão pouco sobre o ponto usado para caracterizar o personagem Charada do Batman. Não é o sobre estreia de filme e também não é o nome de alguma banda que descobri recentemente. É um pouco mais do que isso. Ou menos? Acho que diante das circuntâncias tanto faz. Na verdade há algum tempo noto alguns pontos de interrogação martelando em minha cabeça. Até a falta deles faz com que apareçam outros e outros. O que fazer? Como agir? O que procurar? Ir ou não? O que eu quero? Espero um pouco mais? Continue lendo